<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d2075034\x26blogName\x3d%C3%89+sempre+assim\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dSILVER\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://caru.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://caru.blogspot.com/\x26vt\x3d-4795325790978278189', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener("load", function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <iframe src="http://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID=2075034&amp;blogName=%C3%89+sempre+assim&amp;publishMode=PUBLISH_MODE_BLOGSPOT&amp;navbarType=SILVER&amp;layoutType=CLASSIC&amp;homepageUrl=http%3A%2F%2Fcaru.blogspot.com%2F&amp;searchRoot=http%3A%2F%2Fcaru.blogspot.com%2Fsearch" marginwidth="0" marginheight="0" scrolling="no" frameborder="0" height="30px" width="100%" id="navbar-iframe" title="Blogger Navigation and Search"></iframe> <div></div>
sexta-feira, junho 30, 2006





Sábado teve festinha do Dani, quis pôr fotinhos que a Alê mandou...

Foi muito bom, demos um tapa sexo e um chicotinho que o Dani amou. Usaram, Alê?




Muito
segunda-feira, junho 19, 2006


Faz tempo que não escrevo.

No oooooutro fim de semana fui jantar na casa de Cabeça e Mayol. O moço estava animado e serviu um jantar à francesa de tirar o chapéu. Tiramos foto do prato, mas ainda não consegui baixar do celular pra pôr aqui. Mas foi sensacional! Fora que matamos as saudades do casal, né?
Eu dei uma cestona gostosa de café da manhã pro Beto de Dia dos Namorados e ganhei duas bolsas lindas da Expedita. Aliás, aguardem a Expedita, que eu darei mais informações em breve.

O primeiro jogo do Brasil assistimos aqui da Approach mesmo.

A Ju operou na segunda de manhã e nós fomos visitá-la na quinta-feira. Apesar da dor, ela está bem melhor do que eu pensava que ela estaria. Que bom!

Quinta também fomos à casa do Cabeção para mais uma orgia gastronômica. Desta vez a Jennifer fez umas tortas maravilhosas. Quinta também comemoramos 3 anos de namoro, que lindo!

Sábado a ligou convidando para irmos à casa dela, pra ela mostrar as fotos da viagem e fofocar. O Beto tava mal, então ela e o Nando é que foram lá em casa. Foi uma delícia, bebemos bastante e nos divertimos muito com tantas opções de brinquedos que minha casa oferece.










Domingo fomos ver o jogo do Brasil no Gu. Muito divertido, fotos no álbum.



Bimbala e a cobra
sexta-feira, junho 02, 2006


Mais da série tablóide.
Esta é do Uol Tablóide e é sensacional!
Pra ler no site, clique aqui.
Coitada... além de tudo, ela chama Bimbala!!!!

02/06/2006 - 17h46
Mulher casa-se com cobra na Índia. Ela se chama Bimbala Das
Da Redação
Bimbala Das, 30 anos, casou-se com uma cobra, aparentemente sem nome e de idade desconhecida, em uma cerimônia luxuosa em Orissa (Índia). Cerca de 2 mil convidados, segundo a agência PTI, compareceram ao excêntrico matrimônio. Todos convidados da noiva. A família do noivo é venenosa e talvez por isso não se dê muito bem.O casamento foi cercado por uma grande expectativa. A vila da noiva compareceu em peso não só por simpatizar com dona Bimbala, mas também por acreditar que o enlace daria sorte.Curiosamente, o noivo não compareceu. Sem problemas: em seu lugar havia uma cópia feita de latão.Os pais de dona Bimbala construíram uma casa ao lado do grande formigueiro onde ela conheceu o seu amor, ao lado da casa onde a moça cresceu."Ainda que as cobras não falem, nos comunicamos de uma forma muito particular. Toda vez que lhe sirvo leite ao lado do formigueiro onde vive, ele sai e o bebe", disse dona Bimbala à agência PTI. "É um sinal óbvio de que estava pronto para se casar."O Editor do UOL Tablóide acredita que qualquer forma de amor vale a pena, mas que dona Bimbala deve tomar cuidar cuidado com a sogra. Dizem que é uma víbora.Fonte:
Ansa